quarta-feira, 29 de junho de 2011

Dicas de ouro sobre currículos

Bom dia pessoal.

Temos vários artigos sobre currículos e estratégias para arrumar emprego. Leia com calma, tenho certeza que servirá muito para você.

Na parte da tarde estaremos com novas vagas.

 

 

 

Ter Um Bom Curriculum Vitae É Fundamental

Um currículo e a carta de princípios se empregam a todas as profissões .

 

Ter um bom curriculum vitae é fundamental para trabalhos interno , promoções, novos trabalhos, estágios - em qualquer empresa que um contratante ou tomador de decisões esteja pré-selecionando ou entrevistando ou escolhendo.

 

E seu curriculum vitae deve ser feitoao que o leitor procura.

 

Sempre as pessoas que oferecem aos contratante e melhor curriculum vitae e melhores cartas de apresentação, são pré-selecionadas e candidatas bem-sucedidas.

 

Um modelo de curriculum não é obrigatoriamente um documento textual. Um vídeo é uma outra forma de apresentação.Se uma imagem vale mil palavras, pense que imagens em movimento pode falar sobre você .

Qualquer um que queira, hoje em dia, produzir um vídeo-curriculum vitae e subi-lo em um website - incluindo este - pode utilizar a tecnologia.

 

Ainda que os curricula vitae que não sejam exclusivamente baseados em texto, estas notaspodem ser aplicadas são adequados para seu vídeo-curriculum vitae também.

Os mesmos parâmetros podem ser empregados para texto ou para vídeo

 

Agora, quando é possível divulgar seu curriculum vitae - e/ou vídeo-curriculum vitae em web-sites, isso é importante.

 

Para que você consiga importância e se torne referência em cartas e documentos-modelo e também seja promovido proativamente entre os funcionários, a auto-publicação do website é uma oportunidade para que você, mais e mais, produza um admirável 'novo-modelo de curriculum multimídia'.

 

Seu curriculum vitae precisa vender você ao empregador e competir contra outros candidatos que também tentam se vender .

 

Então, ao se fazer um currículo ser mais apelativo e sedutor que os demais é o grande desafio.

 

Significa que seu curriculum vitae deve se apresentar profissionalmente, claramente, e de um modo que demonstre que você é o candidato adequado para a vaga, isto é, você possui as aptidões, experiência, comportamento, atitude, moralidade apropriadas que o avaliador quer.

O modo como você mostra seu curriculum vitae mostra efetivamente sua habilidade para se comunicar e, pricipalmente, explicar sua proposta de trabalho profissional.

 

Imagine-se na posição do contratante: faça uma descrição do funcionário que você quer .

Você pode usar isto como um anteprojeto para seu curriculum vitae

Quanto melhor combinar mais mais potencial terá para ser chamado para uma entrevista.

 

Saber os limites é sempre bom, pois reforça as sua características, qualidades e conquistas, isto é cuidar do seu jardim

reforçar positivamente e fazer uma apresentação forte é sempre bom, ao contrário de fraudar.

 

Tentar conseguir auxílio de alguém criativo e entusiasmado para dar assistência para que você interprete e escreva frases e descrições positivas sobre si mesmo em seu modelo de curriculum, é uma alternativa se você é uma (das muitas) pessoas desse grupo

Ser modesto não funcionará bem em nenhum curriculum vitae; pelo contrário: é fundamental enfatizaros seus atributos com termos consistentes, relevantes e expressivos.

 

Existe ainda uma grande escola de pensamentos que acha que escrever tais declarações - descrições poderosas de si mesmo, de sua personalidade e suas qualidades e aptidões - ainda ajuda você a se tornar mais semelhante com a maneira como se descreveu

O fato de que nós temos atendência de corresponder às nossas expectativas quando as registramos e a nos comprometermos com elas está interligado com a programação neurolinguística, fala própria, crença própria e visualização positiva.

O nosso progresso pode ter na feitura de um modelo de curriculum positivo para nós mesmos uma importante auxílio, que também nos ajudará ser quem desejamos.

 

Criar um curriculum: regras de ouro a respeitar

 

Seja honesto, mas não seja demasiado modesto

 

Nunca se deve mentir num curriculum porque o entrevistador irá aperceber-se desse facto rapidamente. Poderá ser colocado numa situação stressante durante a entrevista e as suas hesitações poderão custar-lhe o emprego. No entanto, tal não significa que deva ser modesto. Não deve hesitar em evidenciar e dar realce a tudo aquilo que concretizou ao longo da sua carreira. Deve procurar quantificar as suas experiências profissionais para que o entrevistador tenha uma ideia do seu contributo para o crescimento da sua antiga empresa.

 

Nunca incluir informações sobre o salário

 

Se lhe for pedido para incluir na candidatura as suas pretensões salariais, nunca o deve fazer no curriculum. Deverá incluir essa informação na carta de apresentação.

 

Deposite o seu curriculum no maior número de sites

 

É fundamental depositar o seu curriculum em todos os sites de pesquisa de emprego, para assim ser visto pelo maior número possível de empresas empregadoras.  No entanto, deve ter em atenção que alguns sites não têm qualidade e que outros podem-lhe abrir a porta para uma entrevista. Consulte aqui a nossa selecção dos melhores sites para depositar o seu curriculum.

 

Submeta o seu curriculum à análise de outros

 

Cada pessoa terá uma palavra a dizer sobre o seu curriculum. No entanto, não deve esquecer que essas pessoas não possuem os conhecimentos técnicos necessários para a elaboração de um curriculum profissional e eficaz. Será mais vantajoso submeter o seu curriculum à uma análise gratuita feita por profissionais com larga experiencia no recrutamento e selecção de pessoas.

 

As outras pessoas que conhece, possuem percursos profissionais diferentes e o modelo de curriculum que funcionou para um amigo, pode não trazer resultados para si. Talvez tenha um buraco no seu percurso profissional (desemprego por exemplo) ou a sua área exige que tenha um curriculum por competências. O mais importante será mesmo informar-se junto de pessoas que trabalham na área de recursos humanos para assim obter os melhores conselhos.

 

 E ainda os seguintes pontos importantes:

 

- Evidencie a sua competência principal ou o seu objectivo logo no inicio do curriculum;

 

- O seu curriculum deve ser simples, claro e objectivo;

 

- Deve mencionar actividades, principais tarefas e resultados (em vez de descrever funções);

 

- Deve ser preciso nos resultados obtidos (quantificar a experiência profissional);

 

- Procure ser conciso. Na maior parte das vezes uma página é suficiente (sobretudo no caso de um 1º emprego), no máximo ocupe duas páginas;

 

- Cuide tanto da apresentação como do conteúdo;

 

- Forneça todas as informações que permitirão contacta-lo rapidamente.

 

Curriculum Profissional - Como Fazer

 

O curriculum deve ser enxuto, objetivo e sem erros.

 

Um bom texto e compreensão sobre o que ressaltar são fatores imprescindíveis.

 

Ao elaborar um curriculum, organize e disponha as informações principais, de forma a facilitar a leitura. Esse detalhe vai realçar a organização do candidato.

 

Lembre-se que o curriculum é seu cartão de visita. Ele deve causar uma boa impressão a seu respeito. Você nunca terá uma segunda oportunidade de causar uma primeira impressão. Na sociedade em que vivemos, essa tal primeira impressão, infelizmente é a que fica gravada. Vivemos num mundo de pré-conceitos!!!

 

O curriculum é a peça-chave que vai abrir, ou fechar, a porta  para um novo emprego.

 

Seja sempre objetivo. O curriculum deve ser específico e não genérico. Vá direto ao assunto. Coloque-se no lugar do selecionador (empresa). Pense quais informações são relevantes para uma avaliação correta do seu perfil.

 

Atenção: Nunca assine um currículum, ele é um "cartão de visita ampliado". Se julgar conveniente redija uma carta de apresentação, ressaltando suas qualidades e seus planos. Essa carta sim deverá ser assinada.

 

Explore resultados positivos obtidos em seus empregos anteriores. Forneça números. Isso mostra conhecimento e dá credibilidade.

 

Não envie fotocópias, não rasure, cuidado com curriculum pré-impresso (papelaria) e faça seu curriculum em sulfite A4, branca, com impressão em preto. É simplesmente preto no branco!

 

Por fim, não inclua referências pessoais, nem pretensão salarial. Quando solicitada, as referências devem seguir em uma folha anexa e a pretensão salarial, incluída na carta de apresentação.

 

Veja abaixo o que um curriculum profissional deve ter:

 

Tamanho: Duas a três páginas, no máximo para pessoas com boas experiências. Para iniciantes, uma página é o suficiente.

 

Tipologia: Prefira as fontes: Arial, Courier, times New Roman ou Verdana, por serem mais legíveis.

 

Fonte (corpo): 12 ou 14.

 

Dados Pessoais: Nome completo,  telefones (residencial, celular), e-mail, nacionalidade, estado civil, número de filhos. Não deve se colocar números de documentos.

 

Objetivo: Deixe claro o cargo ou função que pretende e sua área de atuação. Nunca descreva mais de um cargo por curriculum.

 

Perfil Profissional: Se você já tem experiência, descreva em poucas palavras as maiores habilidades. Por exemplo, "dez anos de experiência na área de logística".

 

Caso não tenha experiência, procure citar suas habilidades e competências que vão de encontro aos pré-requisitos do cargo ou função a qual você está se candidatando.

 

Formação: Escreva seu grau de escolaridade, começando pelo curso mais recente. Não esqueça o nome da instituição, o ano de início e de término. Em casos de curso superior, mesmo que não tenha concluído, também não é preciso relacionar graus anteriores, a não ser que tais cursos sejam técnicos e tenham a ver direta ou indiretamente com a área pretendida nesse curriculum.

 

Cursos de Aperfeiçoamento: Liste apenas aqueles que têm relação com o cargo pretendido. Não se esqueça de mencionar o nome da instituição onde fez o curso.

 

Informática: Coloque os programas que você realmente domina: Windows. Linux, Word. Excel, Power Point, Internet, Web Desing, Autocad etc.

 

Idiomas: A empresa quer saber qual o seu grau de domínio. Se não é fluente, é melhor dizer a verdade.

 

Experiência Profissional: Relacione as empresas onde trabalhou, iniciando pela mais recente. Informe o período, a função que exercia e qual área você atuava.

 

 Espero que esse artigo tenha atingido as suas expectativas como leitor.

 

Sucesso a todos!

 

http://www.mercadotrabalho.com.br

 

Modelos de curriculum

 

Existem muitos modelos de curriculum e a cada situação ou perfil profissional há um modelo de curriculum que melhor se aplica. Para fazer curriculum é essencial apresentar em seu conteúdo as informações contextuais, exemplificando, nome completo, endereço, idade, email, telefones e celular atualizados. Essas são informações comuns a todos os modelos de curriculum.

 

Outras informações são importantes para tornar seu curriculum funcional, como a vaga que deseja ocupar, objetivos profissionais, qualificações, atidades e experiência do profissional. Não podemos esquecer também de cursos e prêmios recebidos, desde que esses tem relação a atividade ou cargo pretendido. Informar sobre a disposição para mudança de cidade pode ser importante em alguns casos. Assim antes de fazer o seu currículo, avalie e reflita sobre aqueles que acreditam serem seus pontos fortes e que te farão brilhar diante dos olhos do entrevistador ou recrutador.

 

Antes de baixar um modelo de curriculum na internet e simplesmente ir completando o arquivo word, vale lembrar que existem várias particularidades nos modelos de curriculum dependendo da área profissional em que atua. Por exemplo profissionais que atuam em áreas de administração e gerência necessitam de currículos sóbrios, demonstrando clareza e que no final denotem um bom conjunto de informações. Já um profissional de design, por exemplo, precisa de um curriculum muito bem diagramado e pode se destacar ou usar de criatividade, principalmente inovando no visual.

 

Preste bastante atenção também antes de enviar seu currículo por e-mail sem ter certeza de estar enviando ao departamento ou pessoal responsável, ou sem que ele tenha sido solicitado previamente.

 

Assim contar com sites que ofereçam orientação na preparação e seleção de um modelo de curriculo é essencial para garantir êxito na caça ao novo emprego. O site WWW.Modelodecurriculo.net  é um bom exemplo disto.

 

Etapas De Elaboração De Um Curriculum

A busca de uma nova colocação no mercado de trabalho sempre começa com um denominador comum: o curriculum.Pedimos à consultora Rosemary Corretori Bethancourt, especializada em elaboração de curriculum, para resumir as etapas necessárias para a confecção deste importante documento profissional. Vejam o que ela diz:

 

CURRICULUM: ANTES DE TUDO UMA REFLEXÃO

 

"Muitas pessoas pensam que elaborar um currículo é simplesmente relatar sua trajetória profissional... Velhos tempos! Hoje em dia o mercado de trabalho exige muito mais, e o modo como você escreve é tão importante quanto o conteúdo do texto."

 

O DESTINATÁRIO

 

"A primeira dica é imaginar, antes de começar a redigir o seu curriculum, o percurso que o mesmo cumprirá até atingir a finalidade almejada: a entrevista.

 

Pergunte-se:

 

- Quem deverá ler meu curriculum? - O que estará procurando? - Qual será a forma mais clara de expor minha experiência?

 

Ou seja, o currículo deve ser elaborado com foco no recrutador."

 

A APARÊNCIA

 

"Lembre-se de que um currículo que chama a atenção é aquele que tem boa apresentação visual, é sucinto e de fácil compreensão."

 

A OBJETIVIDADE

 

"Um bom currículo deve deixar claro o seu interesse, destacar as qualificações que o habilitam a ocupar o cargo em questão, demonstrar os resultados e contribuições nas empresas onde atuou e enfatizar seus pontos fortes."

 

Seqüência de Apresentação

 

Primeira página:

 

- Nome completo (deve constar na primeira linha do currículo) - Endereço residencial completo - Dados de contato (telefones residencial, para recados e celular e e-mail) - Dados Pessoais (Ex: brasileiro, casado, 30 anos) - Objetivo Profissional (sumário sucinto e claro de suas expectativas - Ex: gerente da área industrial) - Resumo de Qualificações (habilidades voltadas para a posição ou empresa objetivada) - Formação Acadêmica (curso, ano de formação e instituição - quanto mais recente for a conclusão, mais completa deverá ser a descrição) - Idiomas (mencionar idiomas nos quais tenha fluência) - Cursos (cursos de aperfeiçoamento mais recentes que completem a sua formação ou objetivo)

 

Segunda página:

 

- Experiência Profissional (mencionar empresas em que atuou nos últimos dez anos, com as datas de entrada e saída, seguindo a ordem da mais recente para a mais antiga, citando os cargos, as atividades desenvolvidas e os resultados obtidos sempre de maneira objetiva; evite analisar, apenas informe)

 

IMPORTANTE

 

Estes são os princípios básicos que norteiam uma boa apresentação de curriculum, porém, cada caso deve ser analisado em sua individualidade para que seja definido o modelo mais adequado.

 

Fonte: Catho Online.

 

O Que Um Empregador Quer Ver Em Seu Curriculum?

 

A maioria dos profissionais, ao começar a elaborar seu curriculum. senta-se e põe-se a escrever. É a pior coisa que se pode fazer. Dessa maneira corre-se grande risco de esquecer muitos detalhes importantes. Quando não faz um inventário dos seus ativos, o profissional corre grande risco de esquecer muitos detalhes importantes e assim desperdiçar oportunidades de direcionar sua carreira.

 

De acordo com pesquisas que realizamos constantemente, os empregadores examinam primeiro a experiência técnica anterior, em segundo a experiência anterior em supervisão de pessoas e, em terceiro, a obtenção de resultados.

 

Com isso em mente, você deve fazer um inventário sistemático de todas as experiências de sua carreira relacionadas com o que o empregador em questão procura.

 

Ao anotar suas realizações, é importante também descobrir o que você realmente deseja fazer. Um excelente exercício é relacionar os 10 trabalhos, executados durante a sua carreira, que mais lhe trouxeram satisfação. Relacionando os trabalhos e realizações de que se orgulha em sua carreira, você provavelmente se surpreenderá e descobrirá novos objetivos para si mesmo.

 

Para vender um produto, devemos conhecê-lo e entendê-lo muito bem. Para comercializar um equipamento de alto custo ou um grande contrato, o vendedor deve estudar intensamente o produto antes de apresentá-lo. Portanto, para que você "se venda" a um potencial empregador, deve estudar a si mesmo em profundidade.

 

Se você não fizer um inventário meticuloso de todas as suas habilidades e realizações, sua campanha por um emprego será prejudicada. Literalmente, não saberá o suficiente sobre o "produto" que quer "vender". Não será capaz de organizar toda sua experiência claramente e apresentá-la de maneira lógica em seu curriculum.

 

Fonte: Catho Online.

 

O Que Deve Ser Enfatizado No Seu Curriculum?

 

O fundador do Grupo Catho, Thomas Case, diz que o curriculum deve enfocar apenas o que realmente pode contar pontos na hora da seleção. Se o candidato ao emprego foi promovido muitas vezes, esse detalhe deve ser enfatizado. As promoções que obteve são as melhores referências.

 

Mas há muita coisa que não deve ser incluída no currículo, por reduzir as possibilidades de conseguir a nova colocação, alerta Case. Veja algumas delas:

 

Número do RG, título de eleitor e carteira profissional não possuem relevância na decisão da contratação e depreciam o currículo;

 

Razões por ter deixado o emprego anterior. Elas devem ser explicadas apenas na entrevista;

 

Salário anterior e pretensão salarial. Esse item também só deve ser discutido durante a entrevista;

 

Raça, religião e filiação partidária;

 

Referências. Elas só devem ser apresentadas se o empregador demonstrar algum interesse na contratação.

 

Case explica ainda que há três modelos básicos para a elaboração de um currículo. Veja quais são:

 

Cronológico: Geralmente apresenta os empregadores pela ordem cronológica inversa. É o que mais facilita a avaliação da carreira e da continuidade de emprego.

 

Funcional: Enfoca funções e não empregadores. É mais fácil para quem quer dar menos ênfase ao que não está relacionado com o cargo pretendido. São promovidas somente as experiências relevantes relacionadas com o cargo pretendido. A relação cronológica dos empregadores só é apresentada no final. Tem a desvantagem de ser muito inflexível. Só pode ser usado por quem quer candidatar-se a um determinado cargo.

 

Cronológico-funcional: É o modelo mais forte e comunicativo. Associa a ordem cronológica inversa dos empregadores com os cargos, realçando a experiência funcional.

 

Distribuição

 

Segundo Case, atualmente a maioria dos empregos são conseguidos por intermédio de amigos e conhecidos. Por isso, quem está desempregado ou pretende mudar de emprego deve comunicar este fato às pessoas que podem ajudá-lo. Essas pessoas podem levar o currículo do interessado às empresas nas quais estão trabalhando.

 

Outros canais de distribuição do currículo são as consultorias, agências de emprego e Internet.

 

Fonte: Catho Online.

 

Seu currículum, sua competência e o emprego desejado

 

Quer esteja você procurando novas oportunidades ou não, sempre se depara com o assunto currículum.

 

 Os modelos são variados, as teses sobre o que deve integrá-lo também. 

 

Não faltam empresas especializadas na preparação do material, eu mesmo tenho uma infinidade de modelos. Quando acho que já não há mais nada para aprender sobre o assunto, pronto, surge algo novo!

 

Deve ter fotografia ou não? Depende, você é bonito ou feio?

 

Foto em pé ou 3 x4? Você é alto ou baixo?

 

Idade? Esse é um detalhe delicado, depois da casa dos trinta já o consideram velho. Gostamos da sabedoria, mas não temos a mesma consideração pelos sábios.

 

Nesse aspecto que você pode ouvir: - Idade não comprova sabedoria! Diz o velho ditado "o diabo é mais sábio por ser velho do que por ser diabo!". Sabedoria é resultado da experiência, nesse caso "tempo de estrada" conta muito.

 

Informo que não sou fumante?  Ser casado é uma referência importante? Filhos. Ter filhos deve mostrar responsabilidade!

 

Um grande amigo não menciona que os têm. Quando lhe perguntam por que, ele diz: - Tenho seis, como você acha que avaliarão essa questão? Jamais me chamarão para uma entrevista.

 

Beber nem pensar e quando lhe perguntarem você diz: - Socialmente!

 

Hobbies! Simples, passear com a família, cinema, leitura. Hum, e quem é paraquedista, conta ou não?

 

Isso é só o começo, ainda tem o capítulo instrução e experiência.

Na hora de falar da instrução como mostrar que freqüentou escolas pouco comentadas, mas muito boas, obtendo sempre as melhores notas, se o concorrente, ainda que péssimo aluno, esteve em escolas consagradas? Você, uma pessoa de família sem muitos recursos, apelou para as bibliotecas e sebos, tornando-se um autodidata, mas não tem MBA. Leu tudo que encontrou, dos clássicos aos técnicos, passando pelas bulas dos remédios.

 

Chegou a hora de falar das experiências. Você é pau-para-toda obra, sem um "CV" encorpado, começou de baixo. Tem muito para contar do que fez, mas pouco para falar de cargos que ocupou. A vontade de aprender, mais do que a ausência de preguiça, o levou a "navegar" por todos os setores da empresa.  Oportunidades por lá tem aparecido, mas você já sentiu que para deslanchar na carreira vai ter que procurar novos ares. Essa é a razão de ter saído em busca de informações para desenvolver um "CV" competitivo.

 

Ao nosso lado estava um consultor ouvindo a conversa que resultou neste artigo. Ele se lembrava de uma história sobre comprovação de competência e tentava em encontrá-la na internet. Não demorou muito, nos trouxe uma folha e disse: - Aqui está uma forma de demonstrar competência.

 

Lia-se:

 

Um lenhador, em busca de trabalho, chegou em uma região que estava sendo desmatada. Apresentou-se na empresa carregando seu machado e pediu uma oportunidade para demonstrar sua competência.

 

As pessoas presentes riram de seu jeito simples e lhe explicaram que o trabalho era feito com motosserras, machado era coisa do passado.

 

Precisando trabalhar disse que faria o serviço por um valor que considerassem justo, mais a refeição do dia.

 

Vendo que poderiam ter alguma vantagem, os responsáveis pela derrubada o contrataram e lhe deram uma área aonde pudesse trabalhar e não incomodasse os demais.

 

Machado "comendo solto", as árvores iam caindo, levando o que encontravam pelo caminho. Experiente e determinado, o lenhador limpava a área em volta e deixava os troncos prontos para que fossem puxados pelos tratores.

 

Pouco antes do encerramento do expediente "os chefes" foram inspecionar o trabalho que ele havia feito e ficaram espantados com tamanha perícia que o permitira abrir enorme clareira em uma mata fechada.

 

Curiosos queriam saber um pouco mais sobre o homem, onde vivera, que trabalhos fizera, do que gostava e como adquirira tanta experiência e habilidade.

 

 

 

Calmamente respondeu todas as perguntas e disse que aprendera muito sobre madeira, técnicas de corte e desenvolvera sua habilidade no deserto do Saara.

 

Os entrevistadores confusos, sem entender aquela afirmação, lhe disseram: - Não há floresta no deserto do Saara!

 

O lenhador olhou-os todos nos olhos e respondeu: Havia quando lá cheguei!

 

Depois que terminamos a leitura o consultor nos disse: - O aspecto mais importante não é a informação que você coloca no currículum, mas a oportunidade de entregá-lo pessoalmente, com o machado nas mãos.

 

 Ah! Vou comprar um machado!

 

 Ivan Postigo

 

Diretor de Gestão Empresarial

 

Autor do livro: Por que não? Técnicas para estruturação de carreira na área de vendas

 

Free e-book: Prospecção de clientes e de oportunidades de negócios

 

Postigo Consultoria Comunicação e Gestão

 

Fones (11) 4526 1197 / (11) 9645 4652

 

www.postigoconsultoria.com.br

 

Twitter: @ivanpostigo

 

Como criar uma estratégia para conseguir emprego

 

Encontrar emprego nos tempos actuais exige da parte dos candidatos muito trabalho e dedicação. É uma tarefa árdua e desafiadora onde não existe soluções milagrosas. No entanto, uma das certezas que se tem é que ter o melhor dos currículos pode não ser suficiente, se a estratégia de procura de emprego for inexistente ou fraca

 

Um dos conceitos que um candidato a emprego deve ter em mente é a importância do marketing Pessoal. É fundamental que perceba que é um produto e que deve saber como vender perante o mercado. Ao assumir-se como um produto que deve ser "vendido", deve construir uma estratégia que convença as empresas recrutadoras de que é o candidato ideal e que deve ser contratado. Criar um plano para atingir o objectivo de conseguir emprego, significa que deve saber onde se situa actualmente e para onde quer ir. Só assim poderá traçar planos e estratégias direccionadas para o ponto exacto onde pretende chegar.

 

A estratégia para procurar emprego é tão importante como um plano financeiro para uma empresa. Tal como o plano financeiro, que identifica e controla os recursos dos capitais disponíveis, a estratégia de procura de emprego define objectivos para a sua vida pessoal e profissional.

 

Criar uma estratégia para conseguir um emprego passa assim por estes 5 pontos:

 •Auto-avaliação / Diagnóstico dos pontos fortes

 •Elaboração do Curriculum

•Elaboração da carta/email de apresentação

 •Criar / manter uma rede de contactos

•Preparação da entrevista de emprego

 

Auto-avaliação / Diagnostico dos pontos fortes

 

É fundamental que identifique e liste as suas principais competências técnicas (aquilo que sabe fazer) e competências sociais (qualidades). Deverá fazê-lo de forma honesta e verdadeira para que o resultado retrate de forma mais fiel a realidade. Este levantamento irá permitir-lhe obter um conhecimento mais profundo de si próprio e entender as competências que já demonstrou ao longo da sua vida profissional. Tem de procurar escrever esta auto-análise em pontos claros e sintéticos, de forma que possam ser incluídos e destacados no seu curriculum.

 

Este processo de autoavaliação irá ser fundamental para se diferenciar através dos seus instrumentos de promoção: Curriculum e carta / email de apresentação. Também lhe irá permitir ser mais convincente na entrevista de emprego.

 

A auto-avaliação é de capital importância, pois é através deste processo que irá conseguir definir a sua estratégia de regresso ao trabalho, identificado os seus pontos fortes, o que sabe fazer, o que gosta de fazer, as áreas em que quer / não quer trabalhar.

 

Elaboração do Curriculum

 

O curriculum é o cartão-de-visita pessoal e profissional. Um curriculum de qualidade é uma ferramenta fundamental que deve reunir informações concretas, relevantes e interessantes sobre as suas capacidades, principais realizações e experiências. O seu percurso profissional deve ser bem redigido, verdadeiro e estruturado correctamente para impressionar e convencer um entrevistador a convocá-lo para uma entrevista de emprego.

 

Deve evidenciar e por em destaque as suas competências e adequa-las ao perfil profissional que se pretende contratar.

 

Procure personalizar cada curriculum a cada candidatura e evitar formatos como o curriculum europeu ou outros estandardizados que se encontram disponíveis na internet. O que pretende acima de tudo é diferenciar-se dos seus concorrentes e não ser apenas mais um no meio de tantos outros!

 

 Elaboração da carta / email de apresentação

 

A carta ou email de apresentação deve acompanhar sempre o envio de curriculum, seja na resposta a anúncios ou em candidaturas espontâneas. A carta de apresentação deve revelar o seu interesse pela função a que se candidata, assim como enumerar uma serie de argumentos que poderão determinar a sua escolha para o cargo.

 

Deve ser centrada nas necessidades da empresa e revelar a sua motivação para o cargo a que se candidata. Mesmo acreditando que tem um bom curriculum, deve redigir uma carta interessante, sintética, com uma mensagem clara e que seja convidativa à leitura.

 

Criar e manter uma rede de contactos

 

A maioria das oportunidades de emprego é conseguida através da rede de contactos. Apenas uma percentagem reduzida de êxito na obtenção de emprego é conseguida por respostas a anúncios, candidaturas espontâneas ou empresas de recrutamento / selecção. O objectivo de uma rede de contactos consiste em aumentar as possibilidades de conseguir um emprego. Para isso, deverá possibilitar o desenvolvimento de novos conhecimentos ou explorar os seus contactos já existentes. Algumas pessoas tem muita facilidade em estabelecer relações e conhecem muita gente em todo o lado e outras são mais tímidas. No entanto, qualquer pessoa pode criar uma boa rede de contactos, tudo depende do esforço e dedicação.

 

Preparação da entrevista de emprego

 

O principal objectivo está cumprido e agora chegou a hora da verdade. O objectivo final de uma entrevista de emprego é conseguir receber uma oferta por parte da empresa.

 

Esse derradeiro passo não deve ser descurado e deve investir algum tempo na preparação da entrevista, a saber:

 

- Recolher o máximo de informações sobre a empresa e sobre quem o convocou;

 

- Treinar os cumprimentos iniciais;

 

- Treinar a sua auto-apresentação em 1 minuto;

 

- Treinar a linguagem verbal e não verbal;

 

- Treinar as respostas às perguntas que lhe irão ser colocadas;

 

- Saber o que fazer e não fazer na entrevista;

 

- Saber como encerrar a entrevista

 

Não se esqueça que uma má entrevista, irá comprometer seriamente a sua posição e dificilmente conseguirá uma segunda oportunidade, quando existem dezenas de candidatos lá fora à espera.

 

Como Fazer Um Currículo Sobressair-Se?

 

Caso seu curriculum vitae seja bem arranjado e coerente com informações relevantes que possam apoiar com seus metas de pesquisa você conseguirá uma retorno melhor.

 

Como perito em empregos da Universidade, trabalhei com alunos enviando currículos para programas de graduação.

 

A feitura de cada modelo de curriculum contou com várias estratégias as quais apliquei.

 

A primeira estratégia foi priorizar e listar as mais proeminentes experiências voluntárias ou histórico de trabalho no currículo.

Incluir um objetivo e uma seção de síntese das qualificações no topo de cada curriculum vitae foi a segunda.

A terceira foi incorporar muitas das métodos e sumarizar técnicas de composição que você aprenderá ao adquirir as dicas sintetizadas no meu site que oferece muitos sínteses gratuitos e workshops de procura de emprego..

 

Voltadas à taxa de admissão de estudantes que objetivam programas de graduação de ampla concorrência, estas métodos comprovaram ser muito efetivas - dentre 300 a 600 inscritos, apenas doze alunos foram eleitos e, destes, só um foi aceito.

 

Minha prática e triunfo nesta área foi reconhecida e exposta pelo Diretor como resultado de alunos que narraram sua aceitação em programas de graduação.

 

Um desafio mostrado na feitio de modelos de curriculum válidos se deve ao extensão, que pode torná-los maçantes e resultar em importante dado a ser esquecido ou perdido num documento extenso.

Como efeito, enfocar suas habilidades mais importantes e experiência a serem exibidas na primeira ou na parte superior de seu curriculum vitae faz sentido.

Depois, minucie outras experiências educacionais, de trabalho ou acadêmicas.

 

Critérios relevantes, que você não quer que sejam ignorados pelo comitê acadêmico ou de contração, desta forma, serão maximizados.

 

Quem necessita de um currículo?

Para aqueles que se inscrevem a programas de graduação, profissionais ou funcionários de empresas internacionais, para se auto-promoverem em áreas profissionais e acadêmicos, comumente é solicitado um currículo.

 

Como diferenciar um résumé de um curriculum vitae?.

Por fornecer uma porção de informação que inclui maior que a média de 1 a 2 páginas de um résumé, um modelo de curriculum é mais longo.

 

 

Como eu devo começar?

 

Fazer um curriculum vitae pode parecer cansativo, mas pode ser feito facilmente ao organizar seu conteúdo.

 

Para começar, coloque cada tópico elencado acima - e outros importantes - no topo de várias folhas de papel (um computador auxilia ainda mais) .

 

Uma vez feito isso, comece a adicionar com as suas informações os tópicos mencionados acima.

 

A Internet E A Recolocação Profissional

 

O profissional que pretende alavancar sua carreira ou buscar uma recolocação profissional deve estar atento a uma série de fatores essenciais a esse fim.

 

Há profissionais bem preparados, com diversos cursos, que os qualificam para muitas vagas, no entanto, estas qualidades desacompanhadas de outras indispensáveis, farão com que esses profissionais tenham suas chances reduzidas, significativamente, para uma contratação.

 

Muitos profissionais que experimentaram o processo de recolocação já sabem o que outros ainda vão ter que aprender, embora não seja necessário o aprendizado experimental e sacrificante, pois podemos aprender com as dicas daqueles que compartilham suas experiências.

 

Uma estudante se queixava de que havia concluído seu curso em uma universidade tradicional e renomada em São Paulo e que, mesmo assim, não havia conseguido o perfil de vaga que desejava. Quando foi perguntado a ela, quais ferramentas e métodos que ela usava para sua recolocação, foi possível entender, claramente, que embora se tratasse de uma exímia profissional, ela não tinha o conhecimento dos melhores métodos para aumentar seu leque de oportunidades.

 

Sabemos que o networking é necessário para aumentar o leque de oportunidades, bem como a qualificação e cursos extracurriculares, mas uma ferramenta que hoje não se pode deixar de usar para ampliar suas oportunidades é a Internet.

 

O uso de um bom site de recolocação profissional é uma das melhores, em alguns casos, a melhor ferramenta para o sucesso profissional. Está comprovado que é o melhor método de "cruzar" as informações e dados dos candidatos e das empresas que estão selecionando.

 

Há milhares de empresas contratando e muitas vagas específicas. É muito fácil compreender, que se pudermos disponibilizar nosso curriculum as empresas que estão selecionando nosso perfil, teremos muitas entrevistas a fazer e opções entre as empresas que desejarmos trabalhar.

 

Não há muito sentido hoje em entregar currículos aleatoriamente em empresas que nem sabemos se estão contratando para cargos que podemos preencher.

 

A empresa recebe um curriculum e não o aprecia, independentemente da qualidade que tenha, pois a contratação segue normas internas e particularidades de um setor que decidirá o momento em que seja efetivamente anunciada uma seleção de pessoal. Entregar currículos a empresas que não estão com vagas abertas naquele perfil é atirar no escuro sem ter expectativa real de sucesso.

 

O associado de um bom site de recolocação tem oportunidades de obter dicas de carreira por profissionais especializados; terá também recursos de análise de curriculum, envio de mini-currilum, carta de apresentação, marketing pessoal e outros recursos mais modernos que o colocará a frente de outros candidatos.

 

A realidade do país é difícil. Fala-se muito em desemprego, mas há quem não fique andando a deriva nas ruas do centro procurando agências e batendo em portas fechadas. Pelo contrário, no conforto de seu lar, sem despesas com condução e alimentação, mas com simples cliques no mouse, envia seu curriculum com a expectativa firme e segura de que seu curriculum será analisado e deve apenas se preparar para suas entrevistas, e ainda poderá analisar e escolher, dentre as empresas que o convocaram para uma entrevista, em qual deseja ficar.

 

Atuante em escritório de Advocacia em São Paulo - Capital; colunista de diversos sites, jornais e revistas locais. adrianopinheiro.direito@hotmail.com / http://twitter.com/AdvPinheiro

 

Dicas para uma boa entrevista de emprego

 

Recentemente vi uma reportagem sobre o melhor período para se buscar um novo emprego ou uma recolocação no mercado de trabalho e pasmem! Este período de festas de Dezembro até o Carnaval é o melhor! As empresas continuam com a sua necessidade de preencher vagas e muitos profissionais estão de férias ou se preparando para um novo ano que já vai começar. Corra no sentido contrário e espalhe seu Curriculum Vitae pois a demanda continua e em alta!

 

Já que você vai se aventurar nesta jornada este é o momento para refletir sobre o que falar durante a entrevista de emprego. Este jogo de queda de braços entre você e o entrevistador não é fácil e a cada dia são desenvolvidas novas técnicas para tentar obter com maior precisão o perfil daquele que será o futuro colaborador da empresa (visão do entrevistador) e você tenta passar com clareza as suas principais e melhores características pessoais e profissionais (sua visão). Pronto! Combate à vista.

 <!--more-->

Leia estas dicas e pense um pouco sobra cada uma delas, reflita e estude sua apresentação como se fosse uma palestra ou um trabalho de conclusão de curso/mestrado. Pode parecer desnecessário mas quão melhor preparado você estiver, melhor será o seu desempenho e isso conta ponto. Pode ser até que a vaga pretendida exija do profissional uma preparação para reuniões com clientes e se você já não se preparou para a entrevista... Então vamos lá!

 

1- Fale sobre VOCÊ: Em muitas entrevistas é solicitado que você se descreva e é nessa hora que o seu controle deve estar em alta para não fazer igual ao gato e começar a se lamber demais. Certamente que você deverá descrever em poucas palavras a sua experiência profissional, formação e principais projetos que trabalhou ou liderou. Deixe sempre um ponto de aprimoramento (seu ponto fraco) e fale daquele que é o seu ponto forte. Mentir ou exagerar em números e resultados pode ser o fim da linha. Tente responder esta pergunta em 2 minutos e para isso treine em casa escrevendo o texto ou os principais itens a serem citados.

 

2- Qual a sua experiência anterior? Destaque um projeto que trabalhou ou liderou e descreva-o de forma clara e completa em poucas palavras. Na preparação você deve escolher um projeto que esteja mais relacionado a esta vaga de emprego ou então busque no seu projeto características semelhantes às que são requeridas nesta vaga.

 

3- Como era sua relação na empresa ou com o chefe anterior? Já vi muitos profissionais perderem (ou se perderem) nesta pergunta. Sabe aquele chefe que você não gosta na empresa em que você ainda trabalha ou alguma questão mal resolvida na sua atual empresa e que ficou engasgada na sua garganta? Não é na entrevista que você deve colocar para fora suas desavenças ou lamentações. Nunca faça isso! Também não vá exagerar nos elogios porque o entrevistador atual poderá ser o seu próprio chefe e se você morre de amores pela empresa ou chefe anterior... a situação pode ficar complicada. Seja honesto e direto.

 

4- Salário pretendido Ainda é uma pergunta que surge em entrevistas e deve ser respondida de alguma forma. Há casos que vale á pena destacar o desafio profissional e blá, blá, blá mas... às vezes se faz necessário citar valores. E aí? SE você fez a lição de casa direitinho saberá qual o seu valor e qual o valor daquela posição para a empresa. Neste caso não há escolha e você deverá fazer a sua colocação.

 

5- Por que VOCÊ deve ser contratado? Esta pergunta deve ser respondida pensando sempre no seguinte tripé: empresa, você e ambos (você+empresa). Fale inicialmente da sua capacidade de apresentar soluções para a empresa e sua disposição para colaborar. Fale também sobre a sua vontade de crescer profissionalmente, seus objetivos profissionais e o quanto esta oportunidade vai contribuir para que isso aconteça e por último fale sobre a sua expectativa poder proporcionar os resultados esperados pela empresa e ao mesmo tempo ampliar seus conhecimentos.

 

6- Apresentação Pessoal Não vá de terno se você vai trabalhar fazendo manutenção de máquinas guindastes mas também não vá de chinelos e calça jeans se você vai concorrer a uma vaga de Gerente de um Centro de Manutenção! Vista-se adequadamente para a ocasião e cargo pretendidos, talvez um pouco acima seja o ideal. Calça e camisa social cumprem bem seu papel para boa parte das situações, terno ou blazer caem bem para cargos de supervisão; use terno para cargos de Gerência e Direção sempre. Mulheres devem vestir um conjunto tailleur ou terninho para as vagas de Gerência ou Direção e em qualquer situação devem exibir uma maquiagem que não chame mais a atenção que o seu curriculum vitae. Saias devem ser comportadas e pouco acima do joelho. Decotes devem ser guardados para as suas ocasiões pessoais mas não para uma vaga de emprego. Barriga de fora: nem pensar!

 

Alguns pontos tão importantes quanto às respostas: procure criar um ambiente leve e identificar áreas de interesse pessoal ou profissional comuns com seu entrevistador, demonstre algum conhecimento sobre a empresa e seus produtos ou serviços, mas tenha cuidado para não ir fundo demais e querer "ensinar a missa ao vigário". Aproxime-se mas não tente ficar íntimo pois colocará em risco a sua entrevista. Mesmo que lhe seja dada a oportunidade de relaxar em termos de linguagem ou comportamento, tenha cuidado para não sair dando tapinhas nas costas ou contado piadas. Mantenha o controle da situação sempre, haja com naturalidade e de forma relaxada (no bom sentido, é claro!). Não responda sem pensar mas também não deixe para pensar sobre cada uma das respostas na hora da entrevista. Se houver alguma curiosidade sobre o cargo ou a empresa, tente esclarecer durante a entrevista.

 

Boa Sorte e Sucesso! 

 

 

 



--

Artigo pesquisado por:

Marcos Gonzalez
Skype: Marcos.Gonzalez-MAO
http://br.linkedin.com/pub/marcos-gonzalez/11/547/a3
GRUPO RH MANAUS - Vamos Construir uma Manaus mais Inteligente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário