segunda-feira, 30 de maio de 2011

Dicas

Bom dia.

Estaremos com novas vagas a partir das 14h. Enquanto isso vamos descobrir como se dar bem nas entrevistas de emprego. O que fazer e o que não fazer ao se apresentar a seu possível empregador.

 

Dê show na entrevista de emprego

Por Suzana Dias

Conteúdo do site VIVA!MAIS

* Abordagem dos entrevistadores

Silenciosa
Para provocar, o entrevistador recorre ao silêncio. A tendência do candidato? Disparar a falar - o que não deve! - para preencher o vazio. Fique em silêncio por um tempo. Depois, pergunte se o que você disse foi suficiente ou se ele deseja mais detalhes.
Livre
São feitas poucas perguntas. Falar fica mais por conta do entrevistado. Venda uma boa imagem sendo positiva nas suas respostas.
Informal
Várias perguntas são lançadas, sem seguir um traçado definido. O interlocutor usa a tática da simpatia, e os desavisados entram num bate-papo informal, falando demais. Seja bem objetiva - mas sem parecer fria.
Dirigida
Segue um roteiro preestabelecido, com questões do interesse do contratante. Respeite a seqüência e não fuja do assunto.
Pressão
Para testar suas reações e a forma como se defende, o entrevistador diminuirá o valor das suas conquistas. Mantenha a calma! O desprezo por sua história é mera estratégia.
Comportamental
As perguntas serão em relação ao que você já fez de interessante no passado. O foco das suas respostas deve se concentrar em como solucionou cada situação, e não no simples relato do que aconteceu.

Os entrevistadores buscam pessoas comprometidas e envolvidas com as empresas

 

Antes da entrevista de emprego

Por Suzana Dias

Conteúdo do site VIVA!MAIS

O currículo certo
O material de apresentação deve ser conciso. Para se identificar, esqueça RG e CPF. Seu nome, idade, endereço e contato bastam. No campo ''objetivo'', escreva o cargo ao qual concorre. Sobre sua experiência, informe as responsabilidades assumidas em empregos anteriores, inclusive, as que não têm relação direta com o posto almejado. ''Isso demonstra ao entrevistador suas diferentes habilidades'', diz Renato Grinberg, diretor do portal de empregos
http://trabalhando.com.br.
Sua imagem na internet
Muitas empresas buscam informações do candidato na internet. Então, verifique no Google se há algo na rede que possa prejudicá-la. Fique atenta a fotos indiscretas, comentários em blogs e recados no Orkut.
Conheça a empresa
Entre no site da companhia e informe-se sobre a empresa. Lá, pesquise sobre o ramo de atividade, histórico, trajetória, etc. Na entrevista, o avaliador pode fazer perguntas referentes ao local onde pretende trabalhar. Uma resposta com argumentos a colocará à frente de candidatos desinformados e mostrará que se preparou para aquele momento.
A roupa ideal
Preste muita atenção ao seu look, pois esse é o primeiro item a ser observado. Para não errar no visual, considere o cargo e o ramo de atuação da empresa. Se, por exemplo, concorre a uma vaga no banco, terninhos neutros caem bem. Caso seja uma oportunidade como recepcionista de academia, evite muita formalidade, mas não abuse de peças casuais. De qualquer forma, uma regra sempre funciona: sinta-se bem com a roupa. ''Percebemos quando o candidato não está confortável no traje'', diz Grinberg. Não está acostumada com o escarpim de salto alto? Esqueça-o! Arriscar um estilo que não é o seu pode ser catastrófico. Também fuja de decotes, saias curtas e cores berrantes. Os acessórios devem ser discretos - nada de penduricalhos -, maquiagem mais natural possível e o cabelo, preferencialmente, preso.
Pontualidade
Chegar na entrevista após o horário combinado pode eliminá-la do processo seletivo. Vai se atrasar? Ligue para o entrevistador e avise. No entanto, vale se precaver antes. Para evitar imprevistos, saia de casa com, pelo menos, uma hora de antecedência. Assim, se algo der errado no caminho, você terá tempo para pensar em soluções. Caso chegue muito cedo, dê uma volta pelos arredores do local. Quando faltarem de 30 a 15 minutos para a entrevista, entre na empresa e anuncie sua chegada. Isso vai deixá-la mais tranquila.

DURANTE A ENTREVISTA

Débora Zanelato

Conteúdo do site VIVA!MAIS

Vá bem na dinâmica de grupo
Em uma atividade em grupo, você não é avaliada apenas enquanto fala, mas o tempo todo. ''Quem demonstra interesse e atenção à apresentação dos outros concorrentes mostra que sabe respeitar os colegas e trabalhar em grupo, além de deixar claro que não pensa só em si mesma'', observa Grinberg. Assim, mesmo que esteja esgotada, nada de debruçar na cadeira ou aparentar tédio. Na hora da dinâmica, não faça pouco e se dedique. Ela serve para avaliar a sua personalidade e seu interesse.
Exponha suas qualidades
Quando perguntarem sobre suas características profissionais, fuja da batida frase ''sou dinâmica e proativa''. Pode apostar, o entrevistador reconhece - e reprova - os discursos prontos. ''Às vezes, o candidato repete algo sem conhecer o real significado'', confidencia Carolina Stilhano, gerente de comunicação do portal de empregos Catho Online. Para expor suas qualidades de forma natural, use exemplificações. Do gênero: ''Já trabalhei como recepcionista, por isso, lido bem com pessoas''.
Seja você mesma
Não tente parecer mais extrovertida ou intelectual do que é, pois soará artificial para o entrevistador. Guarde na memória: não existe um modelo de pessoa certa, mas um perfil adequado para aquela vaga. Também não minta sobre seus conhecimentos nem se disponibilize a cumprir tarefas que fogem da sua competência. Isso até poderá funcionar na hora da entrevista. Mas, se assumir a vaga, a farsa não durará por muito tempo.
Não fale demais nem interrompa
Jamais interrompa o entrevistador nem enrole nas respostas. Se achar que não foi clara, pergunte se deve oferecer mais detalhes. Dica: fale pausadamente e seja sempre muito educada.
Conte o que for positivo
Não evidencei aspectos negativos da carreira. Em caso de deslize, reverta a situação. Por exemplo, para explicar um curso não concluído, diga que naquele momento não foi possível terminar o estudo, mas pretende continuar a atividade no futuro. Assim, mostrará sua capacidade de dar a volta por cima e encontrar soluções.
Não fale mal do ex-chefe
Seja ética e honesta nesta hora. Diga o motivo pelo qual saiu, mas não denigra a imagem da companhia nem se lamente. Conte que foi uma experiência positiva com a qual aprendeu muito e, claro, também contribuiu bastante para a empresa.
Posso perguntar?

Logo de cara, interrogar o avaliador sobre o salário pode prejudicar sua imagem. ''Isso vai demonstrar que você está ali interessada somente em dinheiro e benefícios'', alerta Grinberg. Antes de mais nada, o entrevistador precisa saber o quanto quer trabalhar naquela empresa e seu grau de comprometimento. Perguntas pertinentes a respeito da companhia mostram que você está a fim de trabalhar lá. Por isso, pesquisar antes é superimportante.
Evite temas polêmicos
Assuntos como futebol, política e religião, por serem conflitantes, devem ser evitados. Se o avaliador brincar com algum dos temas, seja educada e escute, mas não continue com o assunto.
Atitudes que irritam o entrevistador
. Apertar freneticamente o botão da caneta ou da lapiseira.
. Balançar as pernas sem parar.
. Não olhar nos olhos do avaliador.
. Dormir ou manter conversas paralelas enquanto outros falam.
. Fazer barulho com chaves, moedas no bolso ou colares

DEPOIS DA ENTREVISTA

Débora Zanelato

Conteúdo do site VIVA!MAIS

Agradeça a oportunidade
Ao final da entrevista, peça o cartão do avaliador. Ao chegar a casa, envie um e-mail para ele. No texto, agradeça o tempo disponibilizado e se coloque à disposição para mais informações. ''Isso é comum nos Estados Unidos. Já no Brasil, é uma novidade que surpreende positivamente'', revela Grinberg.
Ainda não deram resposta?
O prazo determinado pela empresa para lhe dar uma resposta acabou e ninguém entrou em contato? Não incomoda ligar uma vez. Mas seja polida e pergunte se o processo já foi encerrado.
Peça feedback
A resposta chegou: reprovada! Acredite, não faz mal pedir um feedback (retorno, em inglês). Seja educada e diga que gostaria de saber como pode melhorar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário